20 de junho de 2024 - 16:06

Cidades

02/06/2024 08:36

Bispo designado pelo papa para diocese em Mato Grosso é ordenado na Itália

O monsenhor Lucio Nicoletto, 52 anos, foi ordenado,  na catedral de Pádua, na Itália, como bispo diocesano, por decisão do papa Francisco. Ele assume a diocese de São Félix do Xingu, no Mato Grosso. Dom Lucio havia sido nomeado, em março, e decidiu ser ordenado em Pádua, onde nasceu, e em 1988 foi ordenado sacerdote trabalhando em seu país natal até 2001. Em seguida, foi para missão evangelizadora no Brasil, iniciando no Rio de Janeiro e depois foi para Roraima integrando a “missão de Pádua” naquele Estado.

A celebração na catedral italiana foi presidida pelo arcebispo de Cuiabá, Dom Mario Antonio da Silva. Diversos bispos brasileiros também foram a Itália para a ordenação de dom Lucio. A catedral estava lotada e familiares do novo bispo muito emocionados. Representantes de povos indígenas, dos 15 municípios da diocese de São Félix do Xingu, também estiveram na celebração, acolhendo dom Lucio como seu bispo.

Em seu discurso, dom Lucio agradeceu a Deus, ao papa Francisco e manifestou gratidão eterna aos seus pais pelo amor e empenho em sua missão na vida religiosa mencionando os ensinamentos de amor e solidariedade. O novo bispo citou o padre Zezinho, compositor de memoráveis canções católicas, mencionando trecho “por um pedaço de pão e um pouquinho de vinho, Deus se tornou refeição e se fez o caminho”, ao lembrar a celebração do Corpo e Sangue do Senhor e que buscará sempre manter Deus “como núcleo, o centro”. Ele chamou a atenção para a caridade e amor com o próximo. “Sem amor não somos nada, ou menos que nada”.

Dom Lucio também disse que, na missão na Amazônia, “no caminho com amado povo brasileiro, primeiro em Duque de Caxias (RJ) e depois em Roraima, recordo que a Igreja se faz carne e planta sua tenda na Amazônia com a boa notícia, anunciar o Evangelho de Jesus Cristo e seu reino como fonte de salvação”.